Dezuó - Breviário das Águas

Núcleo Macabéa | São Paulo - SP

Sinopse:

Tendo como mote a expulsão do menino Dezuó e de sua família da Vicinal do Vinte Um, comunidade ficcional ribeirinha, motivada pela construção de uma usina hidrelétrica no Rio Tapajós, oeste do Pará, na Amazônia brasileira. A peça reconstitui a trajetória do menino-homem-andarilho que após a dissolução de sua vila natal refugia-se na cidade. A trajetória memorialista do andejo Dezuó adentra as facetas adversas da cultura e das realidades do Brasil para refletir sobre a negação do direito à terra e a consequente disfunção social, fruto direto de uma política desenvolvimentista operacionalizada à margem da legalidade.

Ficha Técnica:

Classificação: 14 anos

Duração: 75 min

Texto: Rudinei Borges

Direção: Patricia Giffordi

Cenografia:

Instalação cenográfica e figurinos: Telumi Hellen

Diretor de palco: Andreas Guimarães

Cenotécnicos: Edson Luna e Andreas Guimarães

Adereços: Clau Carmo

Iluminação: Felipe Boquimpani

Figurinos: Telumi Hellen

Fotografia: Cacá Bernardes

Maquiagem: Núcleo Macabéa

Outros:

Direção musical/músico em cena: Juh Vieira | Preparação corporal e vocal: Antonio Salvador | Direção de produção: Isabel Soares

Elenco: Edgar Castro e Juh Vieira

Agenda do espetáculo:

terça, 14 de novembro de 2017 (20:00)

Local:Espaço Laje - Centro Cultural Matarazzo

quarta, 15 de novembro de 2017 (20:00)

Local:Espaço Laje - Centro Cultural Matarazzo